Latest News

Diana, Em Suas Próprias Palavras: Documentário conta a vida privada da Princesa


Se a Princesa Diana não tivesse sido vítima de um acidente de carro, em Paris, ela completaria 56 anos em 2017. Como teria sido vê-la como a orgulhosa avó do Príncipe George e da Princesa Charlotte? Jamais saberemos. Mas, 20 anos depois de sua morte, o certo é que ela continua como uma das mulheres mais influentes da nossa história recente.

Alguns documentários produzidos para lembrar o aniversário do seu desaparecimento tentam registrar esse sentimento do público enquanto encararam o desafio de mostrar a vida da Princesa sobre novos ângulos. Um dos mais polêmicos é Diana: In Her Own Words (Diana: Em Suas Próprias Palavras), produzido para a rede britânica Channel 4, que também vai ser exibido pela PBS americana sob o título Diana - Her Story.

O programa traz gravações da princesa falando sobre seu casamento em particular com o conselheiro de oratória Peter Settelen, no começo dos anos 1990. Entre seis e sete horas de imagens foram condensadas num show de 110 minutos, em que Diana Spencer se prepara para contar ao público sobre a desintegração de sua união. Veja o trailer:


Nos registros, ela comenta abertamente a vida sexual com o Príncipe Charles. “Era tão estranho. Não sei, não havia exigência para isso no caso dele. Meio que uma vez a cada três semanas”. Diana tinha 19 anos quando se tornou noiva de Charles, em 1981. Ela culpou Camilla Parker Bowles, amante de Charles que mais tarde se tornou sua segunda esposa, pelo colapso do relacionamento.

Ela relata como abordou a rainha Elizabeth para debater seu casamento fracassado. “Ela disse ‘não sei o que você deveria fazer, Charles é incorrigível’. E foi isso”. A princesa contou ainda que o pai de Charles, o Príncipe Philip, lhe havido dado permissão para ter um caso se a união não desse certo.

Amigos de Diana pediram ao Channel 4 para não colocar as gravações no ar. A empresária Rosa Monckton disse que se trata de uma traição: "Isso não pertence ao domínio público, é uma traição de sua privacidade e da privacidade da família", declarou ao jornal The Guardian.

"Eu acho que é muito obsceno eles mostrarem isso. E imoral.", disse a biógrafa real Penny Junor. "Quando Diana gravou isso, o casamento havia recém terminado, eles haviam se separado. Ela não estava bem. A princesa nunca quis que essas gravações fossem ouvidas por ninguém", acrescentou, descrevendo o documentário como uma "exploração".



As gravações, em si, também têm sua própria história de aventuras. Elas estavam sob poder da Scotland Yard (polícia metropolitana de Londres) depois de serem apreendidas em uma operação na casa do ex-mordomo real Paul Burrell, em 2001. Em 2004, após uma batalha judicial com o conde Charles Spencer, irmão de Diana, as gravações voltaram para Peter Settelen. A BBC planejou então mostrá-las como parte de um documentário em 2007, o ano do aniversário de 10 anos de morte de Diana, mas desistiu da ideia por temer reações negativas do público inglês.

O vice-diretor de criação do Channel 4, Ralph Lee, descreveu os vídeos como um "documento histórico incrível" que "nos permite criar um novo retrato de Diana". Ele disse à BBC que "20 anos é uma quantidade significativa de tempo para algo assim vir à luz". Um porta-voz do canal disse que o documentário é "uma questão de assunto público e dá uma visão única às preparações de Diana para ter uma voz pública e contar sua história pessoal".

Diana: Em Suas Próprias Palavras estréia no Reino Unido em 6 de agosto de 2017.


Postar um comentário

Charmed Séries News Designed by Templateism.com Copyright © 2014

Imagens de tema por Jason Morrow. Tecnologia do Blogger.